Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

terça-feira, 6 de julho de 2010

Com a palavra os que têm sede de justiça!

A metáfora para o " eterno país do futuro " seria o Mito de Sisifo? Condenado a empurrar a "pedra da esperança" montanha acima,para vê-la em seguida,rolar morro abaixo? Que faço eu,plena madrugada,depois de horas de gravação,tentando com meus amigos seguidores,mostrar,com provas,que o Brasil está sendo vítima de uma grande e cruel mistificação,deformado,formatando gerações de pigmeus mentais,largado a margem da história?
Albert Camus,ante o absurdo existêncial que o atormentava,ainda assim,renegava o suicidio e pregava a revolta!Sinto-me repetitivo,lutando contra a amargura, contra a eterna apatia,contra este eterno sol,esta "cordialidade" que forja a passividade,o compadrismo...Tristes trópicos!
Que dizer para minhas filhas e filho? Que é inutil estudar?Que ler dá azia? A revolta,ainda que solitária,ainda que ridicularizada...A revolta! Penso nas Forças Armadas: João Goulart foi deposto do governo legalmente constituido,sob a alegação de que pretendia implantar uma ditadura comuno-sindicalista no Brasil!Como assim? Jango era um dos maiores proprietários de terras no país,e pretendia,apenas,tímidas reformas repudiadas pelos coronéis da época,e,como resultado da guerra fria,a intervenção militar,contou com o apoio da CIA,temerosa do surgimento de uma nova Cuba! E o que dizer agora? O estado aparelhado por uma burguesia sindical,tentativas de censura aos meios de comunicação,uma "politica externa",cúmplice das piores ditaduras, corrupção desenfreada,cartilhas ideológicas distorcendo a historia do país, e qual é a posição das Forças Armadas?!Elas não têm o dever de zelar pela ordem da nação? É necessário que os militares se pronunciem,não como golpe,mas para que se estabeleça um limite,que,tenho certeza,contaría com o apoio de parcelas expressivas da população. Tenho biografia para fazer este apelo,pois fui sequestrado por duas vezes pelo DOI-CODI e tratado "carinhosamente" no quartel que fica na Barão de Mesquita. Sou visceralmente democrata e não posso assistir passivamente o retrocesso já evidente por tantos sinais. Por quê,apenas o general Heleno manifestou-se contra a criminosa demarcação da Reserva Raposa do Sol,onde encontram-se quantidades imensuráveis de Nióbio,já detectadas por potências estrangeiras,e "ONGS" suspeitíssimas?! Por quê,o silêncio em relação à "contribuição" das FARCS ao MST,que por sua vez,ensina Marxismo às suas crianças? Com a palavra aqueles que não perderam a chama sagrada da indignação!!!

23 comentários:

ballarin disse...

Vereza, temos que conscientizar a juventude brasileira que, somente um apedeuta, entre os quase duzentos milhões de habitantes do Brasil venceu na vida. Portanto, vamos estudar que o futuro será mais garantido.

João Ballarin

Theresa disse...

Inacreditável, a arrogância do Lula da Çilva, um cidadão que teve a maior chance de todos para lapidar-se no entanto jogou tudo nos botecos e agora discursa atacando os antecessores.
Claro, os réles sempre tentam jogar a culpa nos outros, o da Çilva quer passar para história como o "grande presidente" que consertou tudo que os outros estragaram.
Infamia!


EDUCAÇÃO
Lula critica antecessores que não incentivaram jovens pobres a entrar no ensino superior
Amanda Cieglinski e Carolina Pimentel - Agência BrasilQuarta-feira - 30/06/2010 - 17h59Brasília - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou hoje (30) os governantes anteriores que não investiram em programas para que jovens de baixa renda do país ingressassem no ensino universitário.

Ao abrir seminário sobre perspectivas profissionais para alunos da primeira turma de formandos em medicina do ProUni (Programa Universidade para Todos), o presidente relembrou das críticas e da resistência no lançamento do programa que dá bolsas de estudo para ex-estudantes de escolas públicas em universidades particulares.

Segundo ele, muitos alegavam que o nível do ensino superior iria piorar com o ingresso dos alunos das classes mais pobres

"Houve descaso com o Brasil. Esse país foi governado por muita gente com diploma universitário, mas, me parece, que não tinha nenhuma vontade de dar ao povo brasileiro a oportunidade que tiveram de se formar", afirmou Lula.

SUPERAÇÃO
O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse também que os alunos superaram o preconceito inicial com bom desempenho. "Mas vocês provaram para o país que mérito e renda são duas coisas completamente diferentes", defendeu. Segundo o ministro, o desempenho dos bolsistas do programa é igual ou superior ao dos alunos pagantes.

O presidente Lula voltou a dizer que até o final de seu mandato serão entregues 214 escolas técnicas - número superior as 140 instaladas antes de seu mandato. "Essa meninada (formandos em medicina) estava predestinada a não dar certo na vida por não ter oportunidade", acrescentou.

PROGRAMA
Criado em 2005, o ProUni distribui bolsas de estudo em instituições públicas de ensino superior a alunos de baixa renda que tenham estudado em escola pública. Em troca da concessão do benefício, as universidades e faculdades recebem isenção fiscal.

Tio Dé disse...

Caro Vereza, num país onde um presidente aculturado e contrário a evolução educacional, soa estranho esse dizer que a educação melhorou depois dessas notas desse Indice de Educação divulgado ha pouco ... Graças a Deus as eleições se aproximam e esses seres abstratos irão se despedir sem lágrimas, mas de bolsos, meias, cuecas, e bolsas bem recheadas não deixando saudades para uma população que pensa logo existe, e irá pensar melhor diante de uma urna de votação ...
Mais espaços se abrirão para discussões mais inteligentes e menos grilheiras, pois com uma renovação do Congreso, muitas cbeças cheias de cuecas e meias, deixarão o cenário ... Esperanças não faltarão para que até a Lei do Ficha Limpa se estabeleça de forma mais plena e atuante ... Esperemos que sim ... Abç AG

Delma disse...

NO FINAL DO GOVERNO ABREM-SE AS COMPORTAS PARA OS FAMOSOS "CABIDES DE EMPREGOS", ou seja,vamos correr para colocar um pouco mais de dinheiro no bolso!

Após a seguinte notícia, resta a pergunta:
como o presidente conseguiu governar por 8 anos o país, sem estes "funcionários"?

"Só no primeiro semestre de 2010, o Congresso aprovou e o presidente Lula sancionou a criação de 37.101 cargos e funções comissionadas nos três poderes da República. Quando todas as novas vagas forem preenchidas, o impacto anual será de R$ 1,94 bilhão.

Este ano, 19 projetos viraram lei, e votações no Congresso ainda podem aumentar os gastos

Além de algumas concessões para atender a pressões por novos reajustes para os servidores do Legislativo e do Judiciário, o Congresso aprovou e o presidente Lula sancionou, nesses seis primeiros meses do ano, a criação de 37.101 cargos e funções comissionadas nos três poderes da República. O impacto dessas novas vagas é de R$1,94 bilhão ao ano, quando todas forem preenchidas - o que depende, na maioria dos casos, de realização de concursos. Na primeira metade do ano eleitoral, transformaram-se em lei 19 projetos criando novas vagas."

Para maiores informaçõe, pois a notícia engloba várias consequências destes atos, por gentileza, queiram conferir:
https://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2010/7/6/congresso-lula-37-mil-cargos-este-ano

Luiz Gonzaga disse...

Vereza,

Acho que todos aqui no blog entendem o que escreve e o que sente, pois é o que sentimos e pensamos também. Em diferentes blogs tenho contribuído com minhas posições e já coloquei no Youtube quase cem vídeos denunciando essas fraudes (). Também continuo fazendo o TRABALHO DE FORMIGUINHA:
.............................................................................................................
Nosso grupo de seis amigos conseguiu 428 indecisos para votar no Serra em Abril e 853 no mês de Maio. São prestadores de serviços (eletricistas, bombeiros, pedreiros, pintores e vizinhos). Digo a eles que minha sobrinha que mora na Venezuela está passando fome com os filhos (e é verdade!).

Vai minha sugestão para que amigos do blog também atuem concretamente para tirar os parasitas do poder.

06/06/2010 - mais 12 indecisos votam no Serra. Total: 1.293

09/06/2010 - mais 05 indecisos votam no Serra. Total: 1.298

17/06/2010 - mais 10 indecisos votam no Serra e 05 ex-petistas. Total: 1.313
...........................................................................................................
Por dedução lógica acho que as Forças Armadas estão em posição de observação. Não acho que seria sensato que seus lideres tomem agora qualquer posição de confronto. Isso não seria producente diante de uma realidade onde o presidente-peão ainda (eu disse ainda...) detém alto nível de popularidade sobre a massa. Não acho que Forças Armadas continuem em total passividade quando surgir a hora apropriada para agir. Desta vez acredito que, dadas a experiências anteriores, uma tomada do poder já seria planejada de forma diferente, posto que entre eles haja pessoas de boa índole e possuidores de estratégias inteligentes.

Todo povo precisa de boa educação e formação política para escolher seus representantes. Nosso povo ainda se apresenta num estágio inicial, onde qualquer demagogo ou populista consegue seus intentos. Caminhamos para dias melhores. Acredite!!!

Delma Godoy disse...

IMPORTANTÍSSIMO - Corrente navegando na internet por quem ainda tem sede de justiça!

Será que o Jornal Nacional teria coragem de fazer estas perguntas ao Lula na quinta-feira?

Se esta mensagem circular de maneira vigorosa, o Jornal Nacional vai ter que enfrentar o Lula e perguntar aquilo que todos nós queremos saber.
Queremos que Bonner e Fátima façam as perguntas a Lula que o Reinaldo Azevedo sugere para a entrevista do Jornal Nacional:

1)O senhor prometeu criar 10 milhões de empregos e chegará ao fim do mandato criando quatro milhões. Neste tempo, a renda da classe média caiu, e os empregos gerados se concentram na faixa de até 2 salários mínimos. A chamada distribuição de renda do seu governo não se faz à custa do empobrecimento dos menos pobres?

2)O Senhor disse que banqueiro lucra no seu governo e, por isso, não precisa de Proer. O Senhor sabe quantos Proers o Brasil paga por ano para sustentar os juros reais mais altos do mundo?

3)O seu filho, até bem pouco tempo antes de o Senhor assumir a Presidência, era monitor de Jardim Zoológico e, hoje, já é um empresário que a gente poderia classificar de milionário.
O Senhor não acha uma ascensão muito rápida?

4) Genoino sabia do mensalão. Silvio Pereira sabia do mensalão.Dirceu sabia do mensalão. Ministros foram avisados do mensalão. Só o senhor, da cúpula, não saberia. O senhor não acha que, nesse caso, não saber é tão grave quanto saber? E se houver mais irregularidades feitas por amigos seus que o senhor ignore?

5)Presidente, na sua gestão, as invasões de terra triplicaram, caiu o número de assentamentos e mais do que dobrou o número de mortos no campo. Como o senhor defende a sua política de reforma agrária?

6)O senhor não tem vergonha de subir em palanque onde estão mensaleiros e sanguessugas?

7) Presidente, em 2002, o Brasil exportava a metade do que exporta hoje, e o risco país era sete ou oito vezes maior. O país pagava 11% de juros reais. Hoje, continuamos a pagar mais
de 10%. Como o senhor explica isso?

8) Em 2002, o governo FHC que o Senhor tanto critica repassou para São Paulo, na área de segurança, R$ 223,2 milhões.
Em 2005, o seu governo repassou apenas R$ 29,6 milhões. Só o seu avião custou R$ 125 milhões.
Não é muito pouco o que foi dado ao Estado que tem 40% da população carcerária do país?

9)Quando o Senhor assumiu, o agro negócio respondia por mais de 60%do superávit comercial. Quase quatro anos depois,o setor está quebrado, devendo R$ 50 bilhões. O Senhor não acha que o seu governo foi um desastre na área?

Luiz Gonzaga disse...

E os nossos impostos indo pelo ralo...

Brasil pode perdoar dívida de US$ 246 milhões da Tanzânia

Viagens internacionaisO presidente Lula anunciou, durante visita à Tanzânia, que o governo brasileiro irá agilizar os entendimentos para o perdão da dívida de US$ 246 milhões deste país, contraída nos anos 80. A notícia, divulgada em discurso do presidente brasileiro feito na abertura da Feira Internacional de Comércio de Dar es Salaam, capital do país, foi bem recebida pelo presidente Jakaya Mrisho Kikwete. Para Kikwete, essa dívida adquirida pela Tanzânia teve por finalidade construir uma rodovia.

Outro país a ter a dívida com o Brasil perdoada foi Cabo Verde – US$ 5,1 milhões – ver aqui. “Se o Brasil pode emprestar dinheiro para o FMI, o Brasil pode perdoar a dívida da Tanzânia”, afirmou o presidente brasileiro.

Luiz Gonzaga disse...

Lula, Honduras, democracia e ditadores africanos

José Mesquita

O apedeuta esteve espalhando a verborragia dos Caetés pelas plagas da desértica democracia da africana, durante a 13ª Cúpula da União Africana na Líbia do ‘democrático’ Kadafi.

Pra não perder a viagem, nem deixar a língua esfriar, na companhia dos “democratas” africanos, ver lista abaixo, bradou para que suas (deles) ex-celências se manifestassem contra o que chama de golpe em Honduras.

De Garanhuns aos desertos Líbios, Lula continua impagável. Ou imperdoável. Ou insuportável.

Pois não é que o chefe dos infelicitados Tupiniquins defendeu a democracia diante dos “Top 10 democratas africanos”.
É uma cambada que está no poder desde o cretáceo inferior. Confiram aí o tempo em que a corja tá no poder:

1. Zine El Abidine Ben Ali (Tunísia) – 21 anos no poder. ARGH!

2. Blaise Compaoré (Burkina Fasso) 21 anos. ARGH!

3. Rei Mswati 3º (Suazilândia) – 23 anos. ARGH!

4. Yoweri Museveni (Uganda) – 23 anos. ARGH!

5. Paul Biya (Camarões) – 26 anos. ARGH!

6. Hosni Mubarak (Egito) – 27 anos. ARGH!

7. Robert Mugabe (Zimbábue) – 29 anos. ARGH!

8. José Eduardo dos Santos (Angola) – 29 anos. ARGH!

9. Teodoro Obiang Nguema (Guiné Equatorial) – 29 anos. ARGH!

10. Muamar Kadafi (Líbia) – 39 anos. ARGH!

Uáu!

Luiz Gonzaga disse...

Viagem à África imaginária

O Estado de S.Paulo

Governada há 31 anos por um ditador conhecido por seus métodos brutais, uma ex-colônia espanhola, a Guiné Equatorial, poderá ser o novo membro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, se isso depender do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O apoio brasileiro foi confirmado pelo porta-voz da Presidência da República, Marcelo Baumbach, um dia antes de o presidente Lula partir para seu 11.º giro pela África. A visita à Guiné Equatorial foi programada como segunda escala. A primeira foi marcada para a Ilha do Sal, no arquipélago de Cabo Verde, para uma reunião com 13 governantes da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental. A última etapa da viagem será na África do Sul, marcada para os dias 8 a 12, certamente com a esperança de ver o Brasil na final da Copa do Mundo. A seleção da Holanda, no entanto, atrapalhou esse plano. Excluída essa justificativa para o périplo africano, restam os argumentos da diplomacia Sul-Sul e da prioridade atribuída por Lula à relação com os países da África. Os demais argumentos, incluído o econômico, são ainda menos convincentes.

O português não é falado na Guiné Equatorial, mas foi incluído em 2007 entre os idiomas oficiais, ao lado do espanhol e do francês, por decisão do presidente Teodoro Obiang Mbasogo. Acusado de fraudes, torturas e assassinatos por entidades internacionais de direitos humanos, o ditador é, segundo a revista Forbes, o oitavo governante mais rico do mundo.

Segundo Baumbach, o presidente brasileiro "deseja conferir importante impulso político ao processo de conhecimento e aproximação entre o Brasil e a Guiné Equatorial". A descoberta de petróleo em 1996 impulsionou a economia do país, mas não fortaleceu a democracia. Em 2000 a Guiné Equatorial começou a exportar para o Brasil e em 2008 a corrente de comércio chegou a US$ 411,22 milhões, com superávit de US$ 369,39 milhões para o país africano.

Além de falar com seu colega sobre a comunidade lusófona e o comércio bilateral, o presidente Lula poderá pedir a sua ajuda para realizar a ambição de chefiar uma entidade internacional, talvez a Organização das Nações Unidas (ONU). O chefão da Guiné Equatorial, afinal, é prodigioso. Em 2003, a rádio estatal do país o descreveu como "o deus da Guiné Equatorial" e atribuiu-lhe o direito de "matar sem ter de prestar contas a ninguém e sem ter de ir para o Inferno". Nenhum outro ditador ou candidato a ditador escolhido por Lula como amigo ou aliado chegou tão alto.

Luiz Gonzaga disse...

O roteiro de Lula inclui também o Quênia, a Tanzânia e a Zâmbia. Com as seis escalas programadas para esta viagem, Lula terá passado por 21 países da África em seus 2 mandatos e visitado 8 ditadores africanos - lista completada com Obiang. Também há no continente governantes comprometidos com a democracia, mas Lula não os discrimina. Afinal, nem sempre é possível escolher o interlocutor.

A prioridade atribuída à África pela diplomacia brasileira é parte da ilusão terceiro-mundista dominante no governo a partir de 2003. Somou-se a essa ilusão, depois de algum tempo, a fantasia da liderança política no mundo em desenvolvimento. Lula abriu ou reabriu 17 embaixadas na África. O comércio cresceu - já vinha crescendo nos anos 90 -, mas em 2008, antes da crise, as exportações para os africanos, excluídos os países do Oriente Médio, equivaleram a apenas 5,14% das vendas externas do Brasil. As importações corresponderam a 9,11% das compras totais. Isso se explica pelas compras de petróleo de uns poucos países. A Nigéria é de longe o maior fornecedor.

O comércio tem melhorado, embora de forma desproporcional à enorme importância atribuída à parceria com a África pela diplomacia brasileira. Politicamente o resultado tem sido muito mais pobre. Quando o Brasil apresentou um concorrente à direção-geral da Organização Mundial do Comércio, os africanos votaram em candidato próprio e na rodada seguinte apoiaram o francês Pascal Lamy. Na ONU, os governos da União Africana recusaram apoio, há alguns anos, à reforma defendida por Brasília. Na política de comércio, seus vínculos com as velhas metrópoles europeias continuam mais fortes do que quaisquer afinidades com o Brasil. É mais um caso de parceria estratégica unilateral, uma curiosa invenção da diplomacia lulista.

Leonardo disse...

Carlos, muito boa a metáfora do Brasil com o Mito de Sísifo, creio que se encaixa perfeitamente.

Parabéns pelo blog!

Cecilia disse...

Comentou um amigo hoje pela manhã que o Brasil está triste porque foi eliminado da copa, mas é o octogésimo e tanto em ensino e ninguém se importa!!!
O futebol foi fomentado no Brasil pelos ditadores, para distrair a massa. Conseguiram!
Lamentável, os “atletas” brasileiros quebram recordes em crônicas policiais. O caso do tal goleiro Bruno é um, terrível, entre tantos. Pura ignorância!

Luiz Gonzaga disse...

Mais uma contribuição:

Políticos de alta periculosidade (para memorizar)

Representantes de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e do Espírito Santo. Confira:

ALA PAULISTA
Lula, Aloízio Mercadante, José Dirceu, José Genoíno, José Rainha, José Mentor, Antônio Palocci, Paulo Maluf, Ricardo Berzoini, Luiz Gushiken, Eduardo Suplicy, Marta Suplicy, Paulinho da Força, João Paulo Cunha, Fernando Haddad, Luiz Marinho, Michel Temer, Matilde Ribeiro, Paulo Vannuchi, Aldo Rebelo, Márcio Thomaz Bastos, Marisa Letícia Lula da Silva, Guido Mantega, Professor Luizinho, Luiz Eduardo Greenhalgh, Cândido Vaccarezza, Gabriel Chalita, Celso Amorim, Celso Russomano, João Vaccari Neto, Clara Ant, Netinho de Paula, Bebel Noronha, Rui Falcão, Emídio de Souza, Gilberto Carvalho, Orlando Silva, Frank Aguiar, Agnaldo Timóteo, Ângela Guadagnin, José Eduardo Cardozo, Arlindo Chinaglia, Vicentinho do PT, Waldemar Costa Neto, Dr. Hélio, Família Tatto, Devanir Ribeiro, Freud Godoy, Silvinho Pereira, Paulo Okamotto, Luiz Cláudio Lulinha da Silva, Sebastião Alves de Almeida, Carlos Derman, Izalene Tiene, Jacó Bittar, Mário Reali, Elói Pietá, Janete Rocha Pietá, José de Filippi Junior, Miriam Belchior, Romeu Tuma e Romeu Tuma Junior.

ALA FLUMINENSE
Sérgio Cabral, Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho, Clarissa Garotinho, Paulo Duque, Carlos Lupi, Eduardo Cunha, Marcelo Crivella, Luiz Fernando Pesão, Benedita da Silva, Lindberg Farias, Francisco Dornelles, Eduardo Paes, Wladimir Palmeira, Carlos Alberto Muniz, Juca Ferreira, Márcio Fortes de Almeida, Jandira Feghali, Carlos Minc, Família Babu, Franklin Martins, Luiz Sérgio, Jorge Roberto da Silveira, José Gomes Temporão, Jorge Picciani, Família Cozzolino, Wellington Moreira Franco, Jorge Bittar, Domingos Brazão, Chiquinho Brazão e Brizola Neto.

ALA MINEIRA
Hélio Costa, Wellington Salgado, Newton Cardoso, Marcos Valério, Clésio Andrade, Virgílio Guimarães, Luiz Dulci, Frei Betto, Anderson Adauto, Fernando Pimentel, José Alencar, Edmar Moreira, Jô Moraes, Nilmário Miranda, Patrus Ananias, Marília Campos, Saraiva Felipe, Walfrido Mares Guia, João Magno, Chico Ferramenta, Cecília Ferramenta, Maria Teresa Lara, Roberto Carvalho, Durval Ângelo, Rogério Correa, João Magalhães, Cabo Júlio, Zé 55, Sebastião Quintão, Leonardo Quintão e Tarcísio Delgado.

ALA CAPIXABA
Renato Casagrande, Ricardo Ferraço, Paulo Hartung, Givaldo Vieira, Magno Malta, João Coser, Sérgio Vidigal, Sueli Vidigal, Iriny Lopes, Manato, Neucimar Fraga, Élcio Álvares e Lelo Coimbra.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
frederico menezes disse...

Vereza, muiutos milh~oes pensam como voce. Não se angustie e continue em sua tarefa pois estamos à postos, repercutindo e tambem escrevendo na mesma linha. Prossiga. Venceremos essa sombra que está sobre o país. Abraços de um companheiro de ideal espirita e de cidadania

Luiz Gonzaga disse...

Mais uma contribuição:

Políticos de alta periculosidade (para memorizar)

Incursão pelo perigoso Pavilhão Nordeste completa a visita guiada ao palanque cada vez mais parecido com um filme de terror

Última parada da visita ao palanque de Dilma Rousseff, o Pavilhão Nordeste junta representantes de Alagoas, de Sergipe, da Bahia, da Paraíba, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte, do Ceará, do Piauí e do Maranhão. Especialistas em prontuários sustentam que algumas alas ─ a alagoana e a maranhense, por exemplo ─ são mais perigosas que qualquer similar do apavorante Pavilhão Sudeste. Vocês decidem.

ALA ALAGOANA
Fernando Collor, Ronaldo Lessa, Renan Calheiros, Joaquim Brito,
Eduardo Bomfim, Vladimir Barros, Marivone Ribeiro, Fábio Farias, José de Macedo, Galba Novais, Álvaro Vasconcelos, Flávio Emílio, André Paiva Lopes, Carlos Roberto Soares, Guilherme Henrique de Lima e Chicão do PHS.

ALA SERGIPANA
José Eduardo Dutra, Almeida Lima, Marcelo Déda, Jackson Barreto, Antonio Carlos Valadares, Eduardo Amorim, Laurinho da Bomfim, Elber Batalha, Kaká Andrade, Iran Barbosa, Márcio Macedo, Rogério Carvalho, Francisco Gualberto e Juquinha do PT.

ALA BAIANA
Jacques Wagner, José Sérgio Gabrielli, Geddel Vieira Lima, João Henrique, Haroldo Lima, João Leão, Valdir Pires, Nelson Pellegrino, Jorge Hage, César Borges, Mário Negromonte, Domingos Leonelli, Zezéu Ribeiro e Lidice da Mata.

ALA PARAIBANA
José Maranhão, Rodrigo Soares, Roberto Cavalcante, Marcondes Gadelha, Ney Suassuna, Vital do Rego, Veneziano Vital, José Wilson Santiago, Raimundo Lira, Tavinho Santos, João Gonçalves, Luiz Couto e Manoel Junior.

Luiz Gonzaga disse...

ALA PERNAMBUCANA
Severino Cavalcanti, Humberto Costa, Maurício Rands, Eduardo Campos, José Múcio Monteiro, João Paulo, Carlos Eduardo Cadoca, Renildo Calheiros, Inocêncio Oliveira, Fernando Ferro, Sílvio Costa, Sílvio Costa Filho, Dilson Peixoto, Bruno Maranhão, Nei Maranhão, Isaltino Nascimento, Ana Arraes, Armando Monteiro, João da Costa e Joaquim Francisco.

ALA POTIGUAR
Henrique Eduardo Alves, Garibaldi Alves, Iberê Ferreira, Fátima Bezerra, Wilma de Faria, Fábio Faria, Carlos Eduardo Alves, Agnelo Alves, João Maia e Sandra Rosado.

ALA CEARENSE
Cid Gomes, Ciro Gomes (*), Patrícia Saboya, Inácio Arruda, José Nobre Guimarães, Eunício de Oliveira, José Pimentel, Luizianne Lins, Domingos Filho, Sérgio Novais, Luis Carlos Paes, Waldemir Catanho, Miguel Dias, Pinheiro Landim e Zé Gerardo.

ALA PIAUIENSE
Wellington Dias, Wilson Martins, Antônio Moraes Souza, Antônio José Medeiros, Fabiano Eulálio, Anselmo Dias, Regina Sousa, José Ribamar Santana, Nazareno Fonteles, Joao Vicente Claudino, Paes Landim e Ciro Nogueira.

ALA MARANHENSE
José Sarney (*), Roseana Sarney, Fernando Sarney, Sarney Filho, Famiglia Sarney, Ricardo Murad, Jorge Murad, Edison Lobão, Edison Lobinho, Nice Lobão, Flávio Dino, Epitácio Cafeteira, João Alberto de Sousa, Mauro Fecury, Gastão Vieira, Pedro Novais, Sétimo Waquim, Waldir Maranhão,Pedro Fernandes, Cleber Verde, Clóvis Fecury, Macaxeira do PT, Davi Silva, Zé Vieira, Chiquinho Escócio, Raimundo Cutrim, Paulo Marinho e Roberto Costa.

Falta alguém no Pavilhão Nordeste? Mande o nome. Há vagas para todos.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nelson Luiz Pedra disse...

Prezado Vereza,eu sei que não é fácil ver tanta bestialidade por aí.E como é deprimente ver Lula discursando!Mas pior são os bajuladores;ratos despreocupados com o futuro do Brasil.

Muita Paz disse...

Sr . Vereza, o senhor está propondo um novo golpe militar? É isso? Mas que decepção!

Você ainda se diz espírita?

Manual de Conduta Espírita
Pelo Espírito de André Luiz

http://marconipp.files.wordpress.com/2010/01/conduta-espirita.pdf

NOS EMBATES POLÍTICOS
Situar em posição clara e definida as aspirações sociais e os ideais espíritas
cristãos, sem confundir os interesses de César com os deveres para com o Senhor.
Só o Espírito possui eternidade.
Distanciar-se do partidarismo extremado.
Paixão em campo, sombra em torno.
Em nenhuma oportunidade, transformar a tribuna espírita em palanque de
propaganda política, nem mesmo com sutilezas comovedoras em nome da caridade.
O despistamento favorece a dominação do mal.
Cumprir os deveres de cidadão e eleitor, escolhendo os candidatos aos postos
eletivos, segundo os ditames da própria consciência, sem, contudo, enlear-se nas malhas
do fanatismo de grei.
O discernimento é caminho para o acerto.
Repelir acordos políticos que, com o empenho da consciência individual, pretextem
defender os princípios doutrinários ou aliciar prestígio social para a Doutrina, em troca de
votos ou solidariedade a partidos e candidatos.
O Espiritismo não pactua com interesses puramente terrenos.
Não comerciar com o voto dos companheiros de Ideal, sobre quem a sua palavra ou
cooperação possam exercer alguma influência.
A fé nunca será produto para o mercado humano.
Por nenhum pretexto, condenar aqueles que se acham investidos com
responsabilidades administrativas de interesse público, mas sim orar em favor deles, a fim
de que se desincumbam satisfatoriamente dos compromissos assumidos.
Para que o bem se faça, é preciso que o auxílio da prece se contraponha ao látego
da crítica.
Impedir palestras e discussões de ordem política nas sedes das instituições
doutrinárias, não olvidando que o serviço de evangelização é tarefa essencial.
A rigor, não há representantes oficiais do Espiritismo em setor algum da política
humana.
“Nenhum servo pode servir a dois senhores.” — Jesus. (LUCAS, 16:13.)

josé lopes disse...

Direita tenta golpe a cada 24 horas, diz Lula em comício de Dilma
Presidente diz que oposição passou oito anos de seu governo tentando derrubá-lo
Ricardo Galhardo, enviado ao Rio Grande do Sul | 30/07/2010 00:07 - Atualizada às 10:25

Em clima de despedida em um desabafo para cerca de 10 mil pessoas no Gigantinho, em Porto Alegre, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva explicitou sua mágoa contra parte da elite brasileira e disse que a direita passou os oito anos de seu governo tentando derrubá-lo.

“A esquerda pensa que sabe fazer oposição. A esquerda pensa que sabe fazer barulho. Mas foi no governo que nós aprendemos que se a esquerda faz oposição a direita tenta dar golpe a cada 24 horas neste país”, disse Lula.

Para sustentar sua tese o presidente citou o gaúcho Getúlio Vargas, duas vezes presidente, que se matou com um tiro no peito em agosto de 1954 em meio a uma série de denúncias de corrupção. “Foram oito anos de provocações, de ataques, de infâmias. Essa elite brasileira que faz política às vezes de forma sórdida, não aquela que trabalha, ela aguentou o Getúlio Vargas governando esta país por 15 anos com autoritarismo, mas em quatro anos de democracia essa elite levou Getúlio a dar um tiro no coração”, disse o presidente.


Além disso, segundo Lula, foi a mesma parcela da elite que levou o governo brasileiro a decretar o parlamentarismo, quando o então presidente João Goulart estava em viagem oficial na China, e depois apoiou o golpe militar de 1964, que pôs fim ao governo Jango.

Segundo o presidente, que chegou a citar no discurso a crise do mensalão de 2005, foi sua ligação direta com o povo que evitou um golpe de estado.

“Mandei dizer a essa direita. Vocês mataram Getúlio, obrigaram João Goulart a renunciar, mas se vocês quiserem me enfrentar eu não estarei no meu gabinete lendo os jornais de vocês, estarei na rua conversando com o povo brasileiro”.

Lula revelou que está contando os dias para o final do mandato. “Estou numa fase de despedida. Faltam apenas cinco meses e dois dias”.

Último a falar, Lula acabou ofuscando os candidatos do partido. O desabafo aconteceu durante um comício dos candidatos do PT à Presidência, Dilma Rousseff, e ao governo do Rio Grande do Sul, Tarso Genro. Lula disse que os adversários estão tentando impedí-lo de fazer campanha para Dilma na TV. “Vocês sabem que os meus adversários estão fazendo tudo para impedir que eu apareça na TV apoiando o Tarso e a Dilma. Tem adversário que fala, “o Lula é tão bonzinho que não deveria se meter nas eleições, ele é presidente e tem que ser o magistrado. Quando eles estavam tentando me derrubar não me achavam magistrado”.

josé lopes disse...

Vereza, cínico e hipócrita é você, que usa o Espiritismo para vender seus filmes e livros. Se você fosse espírita mesmo, como Bezerra de Menezes, André Luiz e Chico Xavier, não usaria o Espiritismo (uma religião pura de homens e mulheres de procedimentos éticos, dignos praticantes da caridade) para se promover e ficar mais rico. Aliás, você se tornou um profissional do Espiritismo, em nada fica a dever aos mercadores do templo. Você ruminou: "o estridente silêncio dos formadores de opinião". Que silêncio cara-pálida? Você mesmo está cansado de copiar os textos de todos os facínoras desta direita golpista dos quais foi buscar subsídios para escrever tantas excrescências!!! Quanto aos “bolsas Nets”, você está confundindo sua prática remunerada de defensor da direita, de porta- voz dos golpistas, com a militância gratuita. Não temos remuneração alguma, nossa militância é gratuita. A propósito, quanto custou aquela sua ida ao programa do Jô para tramar mais um golpe contra a democracia? Para elogiar as meninas golpistas do Jô? Você se transformou em mais um capacho da direita reacionária. Um lambe-botas dos fascistas. Quem pagou sua passagem e estada nos melhores hotéis em São Paulo? Foi de graça? Eu fico perplexo quando alguém trama contra a democracia e apela aos militares para impor limites!? Você disse em seu blog: “e qual é a posição das Forças Armadas?! Elas não têm o dever de zelar pela ordem da nação? É necessário que os militares se pronunciem,não como golpe,mas para que se estabeleça um limite,que,tenho certeza,contaría (sic) com o apoio de parcelas expressivas da população”. Qual a desordem que você está vendo Vereza? Será porque a Polícia Federal está agindo e prendendo banqueiros, empresários, políticos e até juízes? Que a procuradoria Geral da República esta investigando e indiciando, ao contrário de outros tempos onde se engavetava os inquéritos? Você deve estar lembrado que em outras épocas existia um tal de “engavetador” mor da República, não? Acho que a desordem está na sua cabeça. É caso para a psiquiatria. Que limites você quer que os militares imponham? Os tanques nas Ruas? Que tire o presidente Lula da Presidência na ponta do fuzil? Você quer o “prendo e arrebento” outra vez? Quem está indignado sou eu vereza . Vocês não conseguem vencer o PT nas urnas e apelam para o golpe! Por isso só posso afirmar, o seu caso é de tratamento psiquiátrico.

Luca disse...

O seu passado não o qualifica a falar estultices como esta. A nossa política externa sempre se pautou pelo realismo, pelo auto-interesse, como, aliás, todas as PolEx de todos os países.

Assim, grande e querido ator, comete um brutal equívoco sugerindo que este governo, como que por afinidade, se aliasse aos terríveis bichos-papão do mundo.

E as tais "tentativas de censura", quais são? Quem? por favor, não me venho com "este governo". Talvez, aí sim, este Estado, que é o mesmo de FHC, Collor, Sarney.

Talvez esta "classe política", que busca se proteger e se insular no poder.

Mas, para o bem dos fatos, não "este governo".

ok?