Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Pretensão.

Richard Dawkins em seu livro, "Deus, um delírio", como quase todo ateu é de uma pretensão sem limites. A figura nunca viu uma materialização de espíritos -rigorosamente em carne e osso -, uma operação espiritual, e muito menos as mensagens de pessoas que já partiram para seus parentes ou amigos encarnados. Julgam-se superiores, incapazes de admitir uma Força Maior às suas modestas limitações. Esbanjando erudição, desconhece que a física quântica veio ratificar que uma partícula subatômica pode estar em dois lugares ao mesmo tempo. Assim como os espíritos. Que o objeto observado confunde-se com o observador. E dizer que ele é o big boss do ateísmo...

Nenhum comentário: