Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Carta aos pais: De minha filha Diana Vereza

Rio de Janeiro, 8 de Dezembro de 2011

Senhores pais,

    Gostaria de compartilhar com vocês o meu desespero, angústia e aflição. Estão surpresos? Sei que é raro eu fazer - ou até mesmo querer - tal coisa, mas é justamente por isso que estou aqui. Preciso aproximar-me de vocês. Nós, filhos, precisamos. Queremos atenção, ajuda, auxílio.
    Nós precisamos de vocês; por favor, parem de ficar tão distantes. Vocês são o nosso exemplo para construirmos o nosso caráter, nossos valores e ideais. Queremos perguntar e sermos respondidos; queremos estar preparados para a vida.
    Além disso, queremos limites. Precisamos deles. Se vocês não nos limitam, pensamos que tudo podemos fazer e aqueles que não atingiram maturidade suficiente - a maioria de nós - para discernir o que presta do que não presta, vão se encrencar. A vida está aí. Se nos iludirem agora, a cadeia, quem sabe, vai nos mostrar a realidade. Ou quem sabe as drogas, para fugir de tal? Como vamos saber? Precisamos de vocês para nos guiar ao caminho certo.
    Unam-se a nós! Vamos entrelaçar as mãos e nos ajudar. Senão, vamos viver ao lado de pessoas tão geneticamente semelhantes e paradoxalmente tão desconhecidas. Nós não queremos isso. E vocês, querem? Pensem com carinho.
    Atenciosamente,

    Diana Vereza
  

Nenhum comentário: