Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Abaixo a esperança!

Sangra em mim a urgência de um panfleto
é preciso soltar o grito
preso na carótida.

Ocupemos as ruas
as praças
os becos
ainda que escuros.

Sem medo das esquinas
olho fixo
camisa aberta
sentemos nas
calçadas

nas alamedas
nos jardins
sobretudo
nos jardins

O grito primal
derrubando
grades e cercas
para a frente
e para o alto

Que os poetas
tomem a frente
versos livres
rima solta
uma grande dança
abaixo a esperança
grita a louca

Quem espera
nunca alcança
Allons...Allons
pálidas crianças
liberté ou liberdade
agora ou nunca
antes
que
tarde!

12 comentários:

Anônimo disse...

Vereza


Com sombras trevosas no comando da Nação, exemplo de indignidade tais como: EreniceS, CardeaIS, GenuínoS, PallociS, DelúbioS,e muitos outros, o grito ficará preso na garganta até que ....

Não acredito que o país vai se recuperar de tanta bandalheira. O gigante pernanecerá deitado em berço, não esplêndido, mas no berço da LAMA.

Marcos L .Cardoso disse...

Parabens grande amigo, belas palavras, que faz dançar em nossas mentes.

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

Amei isto: Principalmente os jardins!

Sim, principalmente os Jardins. Era no Jardim, que Deus Pai passeava com seus filhos. E hoje continua passeando e mostrando tudo sobre Graça e Amor dEle.

Lindo, Vereza.... lindo....

Luiz Gonzaga disse...

O GRANDE ENGANADOR E O POVO IGNORANTE

Certa vez fiz um teste para ver a força indutora do dinheiro. Freqüentei um boteco popular durante quatro anos; dava pequenas gorjetas a todos os que me serviam. Fiquei popular! Fiz do proprietário um amigo e o aconselhava e elogiava seu negócio. Sempre era recebido com carinho e continuei dando gorjetas. Após algum tempo era disputado por garçons e garçonetes que corriam para me servir. Conversava pacientemente com todos, incluindo o proprietário, sobre seus projetos pessoais ligados a dinheiro, fazendo-lhes crer que se ganhasse na megasena iria distribuir a quantia desejada por cada um para concretizar seus sonhos. Fiquei famoso!

Assim fui tratado como a grande esperança do futuro deles e como o promotor de suas expectativas. Era um cliente especial que, através de promessas, ganhei crédito e respeito. Minhas palavras soavam como a esperança no futuro através de indutora solução de “pouco esforço” e grandes vantagens. Acreditaram em mim!
Esse é o perfil da massa. Um povo fácil de enganar. Essa está sendo a estratégia utilizada pelos lideres atuais para construir o Brasil do futuro. Pobre povo brasileiro...!

Gilmar Moschem disse...

Grande emoção, belo incentivo a nova luta!!.
Mais uma virtude....um bom poeta.
Abraços
Gilmar

Jurema Cappelletti disse...

Vereza, procurei o espaço para me 'recadastar' no seu blog e não encotrei. O jeito é abrir de novo um espaço para os seguidores e começar tudo outra vez.

Contra uma ação nada melhor do que a reação. Quando tiver vontade de tornar a agrupar seus seguidores, é só avisar. Divulgando o novo espaço todos vêm para se incluir como seguidores, até mesmo quem não era antes.

Se quiser, 'dou uma mãozinha' com o maior prazer. ju.cappel@gmail.com

Gustavo disse...

Fiquei um tempo sem ler este blog, desulidido depois da eleicao do poste, mas voltei a entrar e vi que o blog ta bombamdo. Muito bom ver o Vereza com sangue nos olhos para lutar contra essa quadrilha que rouba a dignidade da nossa nacao. Foda-se os bolcheviques, eu nao quero um modelo falido para meu pais, se bem que a ideologia do PT ja foi faz tempo...

Nikacio Lemos Bitencult disse...

LULA NOS DE IXOU UMA HERANÇA, A HERANÇA MALDITA !!!!
PODEM APOSTAR !!!
Até o final desse ano, os reflexos e conseqüências da Herança Maldita que Lula deixou e Dilma nega, dará as caras.
As conseqüências serão evidentes.
Será que Dilma manterá sua convicção(Mentira) quando afirma que não recebeu herança maldita de seu antecessor ?
Duvido!!!
Vamos vê até quando ela vai sustentar a mentira quando diz que recebeu Herança bendita de Lula .
O lado injusto, é que a boooomba da Herança Maldita deveria estourar nas mãos de quem a provocou(Lula) .

Fui..
Nikacio Lemos
23 anos

Anônimo disse...

Concordo!
Sugiro um post em homenagem a Yves Hublet, assassinado misteriosamente, alem de ter seu corpo cremado sem a autorização de nenhum parente. Estava radicado na Bélgica por causa de perseguição política desses esquerditas terríveis. Pôr os pés no Brasil foi sua sentença de morte.
A história dele é emblemática.

Sandra Silva disse...

Sobre humanos

Vêm-nos, aqueles, em tamanha desfaçatez
Que o impossível nos leva à razão desigual.
Ora, simplesmente, o lúdico tom;
Por vezes, não tão ingênuo,
Mas em coerente discurso de um só.
Somos bem mais que o tolo contingente
Aonde um guia e todos seguem.
Há uma precisão na pena do artífice,
Há um sorriso crítico no olhar do que lê,
Bem como perpassa a alma de todos,
A mais simples alma de qualquer um de nós.

Somos...
Somos bem mais que um comboio de burros,
Transgressores da viseira de quem rédeas quer às mãos;
Inda que forasteiros sejamos a caminho, no mundo,
Nossos olhos galgam os mais altos montes,
Nossos pés visam o horizonte dos livres.

“Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós...”

E, dê-nos a ousadia dos bravos
Que, diante da luta,
Levantam pra morrer outra vez.
Dê-nos a perseverança dos teus
Para que ensinemos aos nossos
Que desistir é morrer,
Pois viver é bem mais!

Somos...
Somos, assim, feitos de asas e flores.
Feitos de risos e choros,
Feitos de silêncio e de som.
Na grandeza do discurso-origem,
Nossa razão encontra o destino e,
Não há saída pra quem pisa o caminho,
Não há volta pro que levanta do chão.
Caminho sem volta é a sina platônica;
Pois, depois, que liberta jamais se faz algema outra vez.

Lobos, raposas e toda espécie de vermes, escutai:
Cada um exerce seu direito de ser;
Cada um exerce seu “ir e vir” por querer;
Se a putrefação em vós é convite ao abismo,
Somos todos, aqui, a evidência viva que sobreviver é possível.
Somos todos, aqui, a contingência libertária
Que apregoa o fim das castas “divinas”
Para oferecer-nos em unidade de ser.

Sandra Silva

blogdalu disse...

Seu grito é meu grito
nossa dor, irmã
filha de todo esse páis agonizante...
Respiração boca a boca...panfletos,passeatas,pessoas juntas
tentativas que podem salvar um bem amado,
o solo sagrado
É preciso crer na vida, na renovação
na ressureição do Brasil, e de nós mesmos
E crendo, lutar por ela,juntos
sozinhos ,acordados e agindo
dormindo e sonhando...
é preciso ser o grito e lançar-se ao mundo!!!!

Valéria disse...

MUITOS AINDA NÃO CONSEGUEM DIFERENCIAR A RAZÃO DA NECESSIDADE..! O POVO (MASSA)..ACREDITO QUE AQUI TDOS PERTECEMA ELA NÃO É FÁCIL DE ENGANAR...APENAS ACREDITAM NOS SERES HUMANOS, ILUDINDO-SE...!
FÉ, AÇÃO...É A SOLUÇÃO..


ACREDITAR EM MUDANÇAS NÃO SEI...
AO MEU VER SEMPRE TUDO FOI É MAQUEADO!

VALERIA TORRES - FOCA - DESEMPREGADA, MAS LEAL AOS MEUS PRINCÍPIOS !