Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Mephistos Tropicais

Alemanha, 1930. Hendrik Höfgen é um ambicioso ator que não se interessa por política, se dedicando somente à sua carreira. Porém, quando os nazistas começam a tomar o poder, ele aproveita a oportunidade para interpretar peças de propaganda nazista para o Reich, e logo acaba se transformando no mais popular ator da Alemanha. Consumido pela fama, Hendrik agora precisa sobreviver em um mundo onde a ideologia do mal é seu pior pesadelo e o verdadeiro preço da alma de um homem, se transforma na medida mais desprezível de todas.


Ao ver o apoio de certos artistas e intelectuais a Sra. Dilma Roussef, somente no segundo turno, veio-me a lembrança um maravilhoso filme alemão, Mephisto (1981)– direção Istvan Szabo, interpretado pelo ator Klaus Maria Brandauer; fiel às classes oprimidas, termina sendo cooptado pelos nazistas, que ao troco (sic) de todo um apoio as suas ambições artísticas (leia-se patrocínio...) exigem do artista sua total submissão ao regime.

Tais considerações, tornaram-se mais evidentes, ao ler um artigo do Sr. Aderbal Freire Filho, fiel eleitor do Lula, onde tece considerações entusiásticas ao Grande Timoneiro, colocando-o em patamares até então não atingidos sequer pelo mais fanático admirador do Sr. Da Silva.

O Sr. Diretor Aderbal, chega ao ponto de extasiar-se com a política externa do atual governo, olvidando-se (belo idioma, o espanhol...) das trágicas parcerias efetuadas entre o Itamaraty do B e os piores ditadores do planeta.

Cita entusiasmado os prêmios recebidos por Nosso Guia no exterior, não tendo conhecimento, que um deles, o Chatham House, em Londres, fora patrocinado pela Petrobras, BNDS e o Banco do Brasil, entre outras estatais.

Eufórico, lembra os 81% de aprovação de Lula, num momento em que os institutos de pesquisas são vistos com descrédito pela parcela consciente da sociedade.

Enfim, para deixar mais do que claro sua adesão ao Descobridor do Brasil, utiliza-se de metáforas futebolísticas, para alegar supostos preconceitos contra o Capitão do time...

Plano final - grande angular: Belo e instrutivo filme, Mephisto.

Agora em versão tropical!

Carlos Vereza


(CARTA DIRIGIDA AO EDITOR ALUIZIO MARANHÃO DE O JORNAL O GLOBO E RECUSADA A SUA PUBLICAÇÃO, POR EU NÃO CONCORDAR COM CORTES SUGERIDOS NO TEXTO!)

18 comentários:

The Doctor disse...

Como sempre um excelente texto e, como diz minha namorada, um tapa com luva de pelica.

Parabéns

sanmirax disse...

Grande Vereza, se posicionando com maestria.

Carola disse...

Esse "bom mocismo" é prá lá de nauseante... ulcerante também, eu diria.

Não vi o referido filme, mas analisar o governo Lulla (e o PT) através de um paralelo com o nazismo alemão já é algo bem familiar pra mim.

Apenas a união da nação consciente poderá com a gana do nosso Reich tupiniquim.

"Sem união, somos apenas pontos-de-vista."

Ótima carta!

WILSON FUNFAS JR disse...

Infelizmente alguns indivíduos sem caráter,são uns verdadeiros lambe botas de uma megalomaníaco
para tirar proveito (como sempre de verbas públicas),geralmente para não fazer nada.
Também lamentável que seu texto sofreu cortes, mais um sinal de censura.

Anônimo disse...

Olá Vereza, nos falamos rapidamente no PORCÂO RIOS,mas era tanta gente q vc certamente não se lembrará de mim.Estou chegando do trabalho agora.Ainda vou jantar, e se tiver Kbeça voltarei p/postar sobre o q vc escreveu.
Muita Luz pra vc e para os eleitores brasileiros.
Namastê
Gilda Aché Taveira - RJ

Anônimo disse...

Pela sua postura corajosa , pela sua dignidade como cidadão consciente desta estrutura maquiavélica, venho compartilhar da sua indignação que é igual à minha.Não é possível tolerar esses "mocismo" diante do punhal que aponta para nós.

Lia Pinheiro

Marcus Borelli disse...

Carlos

Não se preocupe se sua carta não foi publicada pois mesmo assim você será ouvido por muitas pessoas do bem como você. Não podemos ser ingênuos pois se trata sim de uma luta do bem contra o mal. E o mal infelizmente tem muita força mas nós não ficaremos de braços cruzados. Podemos até perder a batalha mas serão eles que perderão a guerra pois a verdade é uma só e só tem um lado.

Abraço fraterno

Delma Godoy disse...

Os artistas que após o primeiro turno, resolveram comparecer naquela encenação e vergonhosa manifestação pública, deveriam ler este artigo com urgência.

Rodrigo Bittencourt disse...

Sublime o texto!

Mordaz disse...

Hitler foi eleito chanceler com 90% dos votos. Em 1939 foi capa da Revista TIME como o homem do ano. O mesmo ano do atentado da cervejaria em Munique, pelo carpinteiro Georg Elser, morto por isto em 45. Hoje os 10% são tidos como os únicos lúcidos e o carpinteiro recebe este ano, finalmente, uma estátua como herói em Berlim.

Anônimo disse...

Ao Carlos Vereza, Era sua tiete na década de 70 e 80 mas agora eu o admiro ainda mais pelo seu engajamento político esclarecido. 'Mephisto' é
a versão sofisticada do apoio de tantos picaretas ao líder enlouquecido que (des) governa o Brasil.

Lulla não compareceu ao enterro do Senador Romeu Tuma e nem declarou 30 minutos de luto oficial por sua morte. No entanto, vai ao enterro de Néstor Kirchner, não sem antes fazer amanhã pirotecnia em alto mar, torrando nosso $$ para falar mal da candidatura Serra.

É um desclassificado e amoral tanto quanto os vigaristas que o apóiam.

L.Indig disse...

Avante querido Vereza!
Suas palavras não nos deixam esmorecer!OBRIGADA!!!
...MAS, SE ERGUES DA JUSTIÇA A CLAVA FORTE,
VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA,
NEM TEME, QUEM TE ADORA, A PRÓPRIA MORTE.
TERRA ADORADA,
ENTRE OUTRAS MIL,
ÉS TU, BRASIL,
Ó PÁTRIA AMADA!
DOS FILHOS DESTE SOLO ÉS MÃE GENTIL,
PÁTRIA AMADA,
BRASIL!

Enoe disse...

Maravilhoso oque li agora no seu blog Carlos Vereza
Pelo menos voce se faz ouvir e agradar aqueles que tem discernimento e vontade de mudar esse pais. Infelizmente alguns da classe artistica pensa e contribue para a maior 'sacanagem' que um pais pode
sofrer elegendo gente que nao conhece nem mesmo o pais que pretende comandar me refiro a esa candiata do PT uma inutil e incompetente...

Anônimo disse...

Olá! Muito lúcido o que vc diz sobre patrocínios aos artistas que agora depõem pró-Dilma! Não tinha pensado nisso e me indaguei sobre o que os levava a fazer tal coisa ante 16 anos (sim, o PSDB entra nessa) sem educação nem saneamento básico resolvidos, apesar dos trilhõe$$$ recolhidos. Estes dois itens que estão na Constituição são básicos e fundamentais, porque a solução para a maioria dos problemas do Brasil passa exatamente por aí: educação=consciência, discernimento, melhor qualificação intelectual para absolutamente tudo; saneamento= melhoria dos parâmetros da saúde, com menos gastos e estresse do corpo com tratamentos e medicamentos, natalidade, urabnização, habitação, geração de empregos nas próprias obras etc.

Anônimo disse...

Carlos Vereza, pena que são poucos assim como voce, que sabem fazer os comentários com extrema lucides e coragem.
José Vasconcelos

José Augusto Espelho de disse...

Vereza,

Parabéns pelo comentário, desculpem-nos senhores leitores, mas ditadura é algo que não se pode descrever apenas com palavras, há a necessidade de haver vivido...
Vivemos hoje uma tentativa de golpe, não um golpe de estado apenas, mas, um golpe às instituições com este governo que só exerce projeto de poder personalissimo, jamais projeto de governo.
Que nós pessoas concientes unamonos para buscar a fuga desta farsa.
José Augusto

Anônimo disse...

O governo lula investiu muito em ensino e pesquisa...avançamos muito nesta área.
Nunca as universidades e os Centros de Pesquisa receberam tantos recursos, o nosso país se desenvolveu muito cientificamente nos últimos anos.
essa é só uma resposta para os otários que falam que o governo lula se resume a pão e circo, bolsa familia e outras coisas..

Visitem as novas unviersidades, conversem com cientistas, abram sua mentes pequenas.

Anônimo disse...

Será que vc terá a coragem e dignidade de publicar meu comentário???