Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

DATA LIMITE.

Documentário “Data limite segundo Chico Xavier”, na íntegra, agora em nosso blog!
Sinopse:
Especialistas em ufologia afirmam que após a explosão das bombas de Hiroshima e Nagasaki, se verificou um aumento considerável no número de avistamentos de OVNI’S (Objetos Voadores Não Identificados) em todo o mundo.
Pouco mais de duas décadas depois, o médium brasileiro Chico Xavier confidenciava aos companheiros mais próximos que, por ocasião da chegada do homem à lua em 20 de julho de 1969, acontecera uma reunião com as potências celestes de nosso sistema solar para verificar o avanço da sociedade terrena. Decidiram pois, conceder a humanidade um prazo de 50 anos para que evoluísse moralmente e convivesse em paz, sem provocar uma terceira guerra mundial.
Se assim convivesse até a Data Limite, a humanidade estaria, a partir de então, pronta para entrar numa nova era de sua existência, e feitos magníficos seriam verificados por toda a parte, inclusive os nossos irmãos de outros planetas estariam autorizados expressamente à se apresentarem pública e oficialmente para os habitantes da terra.
Dentre os entrevistados do projeto estão o médium e orador espírita Divaldo Franco (considerado um dos maiores da atualidade), o escritor Geraldo Lemos Neto (a quem Chico confidenciou os fatos da Data Limite), o jornalista Saulo Gomes (que comandou o programa Pinga-Fogo na década de 60), o ufólogo brasileiro Ademar Gevaerd (O mais conhecido do Brasil), os generais Alberto Mendes Cardoso (Ex Chefe do Estado Maior do Exército Brasileiro e Ex Ministro da Casa Militar) e Paulo Roberto Y. M. Uchoa (filho do Pesquisador e também general Moacyr Uchoa) além do ex-ministro de defesa do Canadá, Paul Hellyer.
Para assistir, acesse: www.casadosespiritos.com.br/blog

BIRDMAM. O FILME.

Birdmam, disparado o melhor filme da atual temporada. Mesmo sabendo das sutis trucagens, todo ele é um grande e angustiante plano sequência, com Michael Keaton numa entrega comovente, rugas e calva em planos próximos.Edward Norton, como o ator puro ego, num contraponto dilacerante com Michael. O diálogo de Keaton com a crítica de cinema deveria constar do curriculum de todas as escolas de interpretação. Não importa que não leve o Oscar, de melhor ator para Eddie redmayne, como interprete do físico Stephen Hawking, por incrível que pareça, mais "fácil" de interpretar, a despeito do desconforto corporal do ator, que está muito bem. E para atriz coadjuvante Felicity Jones, como a esposa de Hawking, numa contenção entre o amor pelo físico, e o direito de ter uma vida plena. Mas Birdmam, entre o psicológico e a fabula é realmente - perdoem-me o clichê -, é imperdível

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Pretensão.

Richard Dawkins em seu livro, "Deus, um delírio", como quase todo ateu é de uma pretensão sem limites. A figura nunca viu uma materialização de espíritos -rigorosamente em carne e osso -, uma operação espiritual, e muito menos as mensagens de pessoas que já partiram para seus parentes ou amigos encarnados. Julgam-se superiores, incapazes de admitir uma Força Maior às suas modestas limitações. Esbanjando erudição, desconhece que a física quântica veio ratificar que uma partícula subatômica pode estar em dois lugares ao mesmo tempo. Assim como os espíritos. Que o objeto observado confunde-se com o observador. E dizer que ele é o big boss do ateísmo...

A Caminho da Luz.

Na minha opinião o espírita deve ler de tudo, além das obras da Codificação Comecei a ler o "papa" dos ateus, Richard Dawkins. Imaginei encontrar argumentos que pudessem abalar as mais profundas convicções da minha crença em Um Principio Criador. Mas a figura apoia-se, sem interrupção, na teoria evolucionista de Darwin, desconhecendo que o célebre naturalista, além de, em vida, não ter descoberto o Elo Perdido - ou seja o Salto Quântico que nos levou do hommus erectus ao hommus sapiens-, era Deista. Acreditava Num Deus que teria criado o universo, sem ser um Deus pessoal que "interferisse" nas questões particulares dos humanos. Não acreditava que sua teoria explicasse toda a historia da humanidade.Quem leu A caminho da Luz, tem conhecimento da ação do plano espiritual na evolução das espécies. Amai-vos e Instruí-vos, sem bitolas espirituais ou ideológicas.