Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Dilma: apenas a outra face da moeda!

Não se apressem em descobrir qualidades diferenciadas em Dilma Roussef. Ela apenas ameniza os horrores deixados pela atuação bucaneira de Lula e quadrilha. O projeto de poder continua: trinta e sete ministérios, sendo dezessete ocupados pelos petistas, que em geral perderam as eleições.

Herança maldita: a lingua paga. Lula deixou o país completamente endividado, divida interna ultrapassando a casa dos trilhões; o superavit primário que não fecha, mesmo com todos os coelhos tirados da cartola por Guido Mantega; a inflação já atingindo a casa dos 6%; os amigos ditadores despencando um por um...

Que os bons ventos do Egito, Iemem, Argélia, Somália, cheguem por aqui e joguem na lata de lixo da história esta malta que levou o Brasil a um atraso, quase irrecuperável.

Estamos juntos!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

EXPLICAÇÃO AOS AMIGOS E AMIGAS

Desde antes da eleição de Lula em 2002 venho denunciando o esquema de perpetuação do poder sem projeto de governo deste senhor e seu partido dos trabalhadores. Através de entrevistas na televisão, jornais e todo tipo de mídia, venho me posicionando quase que solitariamente contra este mafioso esquema. Tenho sido atacado tanto no meu blog, quanto no meu antigo Face, a ponto de ter que refazer por inúmeras vezes esses meios de comunicação virtuais. Recentemente precisei afastar-me por vinte dias das minhas regulares postagens e para minha surpresa, ao retomar o laptop, constatei "o desaparecimento" por completo do meu Facebook.

Este comunicado de agora é para explicar aos meus queridos(as) seguidores(as) que postarei com menor regularidade até que possa refazer todos os mecanismos das minhas comunicações. Desnessessário denunciar os autores de tamanha violência: eles apenas seguem à "orientação" da quadrilha que assumiu o poder em 2002. Ratifico que dentro de minhas possibilidade não desistirei do bom combate. Peço apenas a vossa compreensão.

Estamos juntos.

Carlos Vereza