Carlos Vereza

Loading...

MENU

Navegue pelas veredas do Vereza clicando nas opções abaixo:

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

ATENÇÃO: HEGEL NÃO É UMA MARCA DE CELULAR

O jovem Marx admirava Hegel, sua dialética idealista, e confessadamente, nela inspirou-se para mais tarde, elaborar o seu materialismo dialético. Com seu amigo Engels, causou um grande impacto no mundo da ciência,filosofia e economia ,ao publicar em 1848, O Manifesto Comunista.Os dois acreditavam que a revolução se daria na Alemanha, que apresentava uma expressiva industrialização, mas deu-se o insólito, e a convulsão aconteceu na inesperada Russia, mais exatamente num motim, provocado por reclamações dos marinheiros do famoso encouraçado Potenkin. Ou seja: uma comida estragada,derrubou toda uma estrutura poderosa de pensamento...Tenho um profundo respeito por Marx, mas onde sua teoria foi aplicada, o resultado já é de todos conhecido: repressão, fracasso econômico, Gulag, e o desmoramento da antiga União Soviética e seus satélites. PASSAGEM DE TEMPO Como sei, pelos comentários ignaros de alguns petistas que tenho recebido,eles pensarão que Hegel, deve ser alguma marca nova de celular,sugiro a leitura de, A Fenomenologia do Espirito,um pouco mais dificil de encarar do que,por exemplo, o Estatuto do PT,que prometia "uma nova ordem" mais justa e mais ética no país...Sei que é uma heresia citar Marx e Engels "misturados" aos donos da virtude e da moral.Mas o que posso fazer quando vejo "comentários" onde o sujeito escreve (sic) " espasso," e não espaço? A falta de um mínimo de informação, ofensas,fanatismo, enfim, são esses que idolatram o maior oportunista de toda a história brasileira, que pretende implantar no país,um sistema falido em todos os paises onde foi aplicado.Concluo,incentivando os analfabetos que votarão na senhora Dilma (aquela do curriculum falso,lembram?) a olhar de longe, o primeiro volume de o Capital! Naõ se preocupem em ler o segundo, porque está incompleto, mesmo com os acréscimos feitos por Engels.Estudem rapazes!

Nenhum comentário: